Musicoterapia para indivíduos 
com patologias do foro neurológico

Neurodesenvolvimento, Paralisia Cerebral, Acidente Vascular Cerebral (AVC), 
Demência Vascular e Alzheimer, Parkinson, entre outras
O efeito da música no sistema nervoso é instantâneo, tendo a capacidade de iniciar, dirigir, regular e evocar sentimentos, memórias, pensamentos e até movimento físico. Deste modo, a musicoterapia aplicada ao neurodesenvolvimento ou à reabilitação neurológica utiliza os efeitos neurofisiológicos da música para potenciar a (re)abilitação e as experiências musicais do paciente como veículo de mudança, promovendo a capacidade de superação de barreiras físicas, emocionais e cognitivas. 

O facto de a actividade musical ser agradável e divertida cria um ambiente positivo que estimula o paciente a atingir os objectivos terapêuticos. 

A promoção do diálogo musical e da manutenção da identidade pessoal reintegra o indivíduo num mundo essencialmente comunicacional, prevenindo o isolamento, especialmente em pacientes que não aprenderam a falar ou perderam essa capacidade.

A intervenção musicoterapêutica com pacientes que apresentam défices neurológicos realiza-se a quatro níveis: cognitivo, comunicacional, físico e sócio-emocional. 
Genericamente pretende-se que o espaço musicoterapêutico seja livre, promovendo o bem-estar, o relaxamento e a melhoria do estado de humor através de vivências enriquecedoras.

O plano terapêutico de cada paciente é definido conforme o diagnóstico clínico e a avaliação musicoterapêutica. A avaliação e monitorização de progresso são feitas por observação clínica directa e comparativa, em contexto de sessão, sendo periodicamente recolhidos dados qualitativos e quantitativos.


Objectivos
  • Desenvolvimento da capacidade e aumento do tempo de participação na sessão e/ou em exercícios de dificuldades variadas
  • Desenvolvimento da capacidade de concentração num exercício sem ser afectado por distracções auditivas ou visuais
  • Desenvolvimento da capacidade de alternar atenção entre dois estímulos
  • Desenvolvimento da capacidade de responder simultaneamente a dois estímulos
  • Treino da memória de curto prazo
  • Treino da aprendizagem
  • Reconhecimento dos défices
  • Desenvolvimento da expressão emocional
  • Promoção de competências comunicacionais
  • Potenciação da capacidade de recordar palavras
  • Melhoria da capacidade respiratória
  • Encorajamento dos padrões de respiração-fonação
  • Correcção de erros articulatórios causados por ritmo ou velocidade incorrectas
  • Preparação para movimentos articulatórios
  • Coordenação da comunicação
  • Melhoria do tónus muscular
  • Melhoria da postura
  • Redução dos movimentos reflexos anormais
  • Recuperação do movimento
  • Aumento da força muscular
  • Promoção da coordenação de movimentos
  • Relaxamento muscular
  • Gestão da dor
  • Interacção social
  • Melhoria do estado de humor
  • Redução do stress
  • Motivação
  • Expressão de sentimentos
  • Diminuição da ansiedade
  • Melhoria da qualidade de vida
Sessão Musicoterapia, Paula Rosado
Musicoterapia, O melhor dia da semana, Paula Rosado
Sessão Musicoterapia, instrumento e movimento
envelopephone-handset linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram